Logo da ATI

Notícias da ATI

Notícia publicada em 06/09/2022 às 16:31

Sr. Manoel – uma luz na ATI

/image/journal/article?img_id=12913134&t=1662495050690

No mês de agosto, recebeu Medalha Pernambucana do Mérito Policial Militar

 

O eletricista é aquele profissional responsável pelo bom funcionamento da rede elétrica, que garante a segurança das pessoas e reduz casos de curtos e incêndios. Nenhum imóvel comercial, residencial ou predial sobrevive sem ele. Na Agência Estadual de Tecnologia da Informaqção (ATI-PE) não é diferente.  O órgão tem o senhor Manoel Fernandes da Silva há mais de 40 anos, desde que era chamado de Cetepe.

 

“Trabalhava numa empresa privada. Entrei no Cetepe, ainda na Rua Benfica, em dezembro 1981, como eletricista. Acho que meu trabalho foi importante na ATI, principalmente com a chegada da internet. Realizei várias viagens pelo interior do estado, participando das instalações em órgãos públicos, instalando cabeamentos. Lembro da época que a internet era discada. Fiz muitas amizades verdadeiras que me ajudaram na minha profissão. Me sinto querido por todos. Mas chegou minha hora. Aderi ao programa de Aposentadoria Incentivada (PAI)”, conta Sr. Manoel.

 

A presidente da ATI, Ila Carrazzone, confirma sua importância no órgão. “Seu Manoel teve grande importância para o trabalho da ATI e dos demais órgãos aqui do condomínio. Conhece o mapa da energia do prédio como ninguém.  Sempre disposto a nos socorrer em caso de incidentes ou queda de energia, em qualquer horário ou dia da semana, sempre uma disponibilidade total, a serviço do Estado.  Seremos eternamente gratos pelo seu trabalho”, elogia a presidente.”, justifica.

 

O Cel PMPE, De Lima, gerente geral do CIODS /SDS, também elogiou o seu trabalho. “Parabéns Sr. Manoel pelo recebimento da Medalha Pernambucana do Mérito Policial Militar, Comenda mais do que merecida, pelos seus excelentes serviços prestados”. E para quem pensa que o famoso eletricista do prédio da ATI vai parar depois da aposentadoria está bem enganado. Chegou a hora de alçar novos voos. Entre seus planos para o futuro está um sonho antigo – a fotografia. “Desde os 16 anos de idade que sonhava ser fotógrafo. Foi quando comprei minha primeira máquina fotográfica. Agora pretendo ser fotógrafo profissional”, comenta.